terça-feira, 24 de novembro de 2009

Eixos da Educação Infantil




Na matéria de Práticas Educativas na Creche dada pela professora Andréa Coelho, vimos sobre os eixos da Educação Infantil. Foi um trabalho dado em equipe, onde cada equipe ficou com um eixo.










Movimento:






Nesta fase de desenvolvimento, as crianças têm grande necessidade de explorar o espaço, de exercitar o movimento de seu corpo e de conhecer os objetos que existem à sua volta.

OBJETIVOS:


Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo.· Utilizar diferentes recursos para o desenvolvimento do equilíbrio e coordenação motora.· Brincar.· Promover a integração, socialização e auto-estima.· Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais, para expressarem-se nas brincadeiras, danças e demais situações de interação.· Desenvolver o lúdico através de imitação.· Conhecer e respeitar as regras para uma maior socialização, através de critérios de cooperação.· Deslocar-se com destreza progressiva desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras.· Explorar e utilizar os movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc. para uso de objetos diversos.


CONTEÚDOS:

Utilização de espelho para expressão e comunicação.· Participação em danças ou brincadeiras de equilíbrio, saltar, pular, etc.· Familiarização com objetos específicos para livre construção de blocos de encaixe, cubos, cilindros, etc.· Construção de castelos de areia, bolos de lama, cabanas de pano, etc.· Manipulação e exploração de objetos e brinquedos variados.· Utilização de teatro, dança, brincadeiras e jogos com regras.· Construção e manipulação de bonecos, fantoches e marionetes para criação de brincadeiras.· Exploração do faz-de-conta.· Tomar sol no horário e tempo adequados.· Levar as crianças a passeios.· Participar de brincadeiras dirigidas: estátua, faz-de-conta, labirintos, pontes, etc.


AVALIAÇÃO:


Usar convenientemente os gestos e ritmos corporais diversos para expressar-se.· Deslocar-se, com relativa destreza no espaço, sem ajuda.· Reconhecer e utilizar o movimento como linguagem expressiva.· Participar de jogos e brincadeiras que envolvem habilidades motoras diversas.




MÚSICA







Na Educação Infantil, as crianças começam a vivenciar ritmos, gestos, jogos motrizes através de canções e danças. Os conteúdos são organizados em dois blocos:
a) O Fazer Musical
· Participação em jogos e brincadeiras que envolvam a dança.
· Repertório de canções para desenvolver memória musical.
· Reconhecimento e utilização das variações de velocidade e densidade na organização e realização de algumas, produções musicais.

b) Apreciacão Musical
A apreciação musical refere-se à audição e à interação com
músicas diversas:
· Escrita de obras musicais de diversos gêneros, estilos, épocas e culturas, da produção musical brasileira e de outros povos e países.
· Informações sobre as obras ouvidas e seus compositores.


OBJETIVOS:


Utilizar a voz, o corpo e instrumentos musicais e materiais sonoros para reproduzir, inventar e
imitar criações sonoras.· Ouvir, perceber e discriminar eventos sonoros diversos, fontes sonoras e produções musicais.· Identificar sons produzidos por animais, voz humana, objetos, natureza.· Exercitar o silêncio, para perceber as características do som.· Conhecer o repertório de canções e brinquedos musicais regionais.

CONTEÚDOS:

Imitação de sons orais, corporais ou produzidos por instrumentos musicais.· Explorar e identificar elementos da música para se expressar, interagir com os outros e ampliar seu conhecimento de mundo.· Trabalhar instrumentos musicais para perceber os diversos tipos de sons, distinguir suas características, identificando os sons produzidos por animais, voz humana, objetos, natureza.· Exploração, expressão e produção do silêncio e de sons com a voz, o corpo e materiais sonoros diversos.· Interpretação de músicas e canções diversas como canções de ninar, brincadeiras cantadas e rítmicas, as rodas, cirandas, jogos com movimento, brincadeiras com palmas e gestos sonoros e corporais, que envolvam a dança e a improvisação musical.

AVALIAÇÃO:

Registros referentes ao desenvolvimento vocal, rítmico e motor; capacidade de imitação, de criação e de memorização musical.· Capacidade de ouvir com atenção· Participação com relativa desenvoltura de brincadeiras, respondendo a estímulos e fazendo imitações.· Expressar-se por meio da voz, do corpo e com diversos materiais sonoros.· Reconhecer e utilizar a música como linguagem expressiva· Interpretar, improvisar e compor, utilizando-se da voz, do corpo e instrumentos musicais e objetos sonoros.· Interessar-se pela escuta de diferentes gêneros e estilos musicais e pela confecção de materiais sonoros.



ARTES VISUAIS





OBJETIVOS:

Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação.· Produzir trabalhos de arte, utilizando a linguagem do desenho, da pintura, da modelagem, da colagem, da construção desenvolvendo o gosto, o cuidado e o respeito pelo processo de produção e criação.· Desenvolver a imaginação e a criatividade promovendo a formação integral da criança e canalizando excessos de energia para confecção de trabalhos, favorecendo a descarga emocional.· Utilizar o próprio corpo para representar expressões, obras de arte, danças, músicas, etc.


CONTEÚDOS:


Experimentar, explorar e manipular materiais como lápis e pincéis de diferentes texturas e espessuras, brochas, carvão, carvão, etc.; de meios como tintas, água, areia, terra, argila, etc.; e de variados suportes gráficos como jornal, papel, papelão, parede, chão, caixas, madeiras, etc.· Criação de desenhos, pinturas, colagens, modelagens a partir de seu repertório e da utilização dos elementos da linguagem das artes visuais: ponto, linha, forma, cor, volume, espaço, textura, etc.· Reconhecimento e utilização dos elementos da linguagem visual representando, expressando e comunicando por imagens: desenho, pintura, gravura, modelagem, escultura, colagem, construção, fotografia, cinema, vídeo, televisão, informática.· Reconhecimento do próprio corpo como instrumento de arte.· Cuidado com o próprio corpo e dos colegas, no contato com suportes e materiais de arte.· Utilização da arte como expressão e comunicação dos indivíduos.

AVALIAÇÃO:


Exploração de diferentes materiais e a possibilidade de expressar-se por meio deles.· Utilização do desenho, da pintura, da modelagem e outras formas de expressão plástica para representar, expressar-se e comunicar-se.



LINGUAGEM ORAL E ESCRITA



OBJETIVOS:

Incentivar o gosto pela leitura de histórias, familiarizando-se aos poucos, com a escrita por meio da participação em situação nas quais ela se faz necessária no contato com livros, revistas, histórias em quadrinhos, etc.· Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e expressão.· Identificar seu nome escrito, bem como os nomes dos colegas, do professor nas diversas situações do cotidiano.· Participar em situações cotidianas nas quais se faz necessário o uso da escrita.· Instrumentalizar o aluno para transpor diálogos orais para a língua escrita.· Trabalhar textos e gravuras explorando a interpretação dos mesmos, para agir criticamente diante da realidade em que vive.· Desenvolver a capacidade de fazer leitura de textos escritos ou visuais para estabelecer relação entre a realidade e a fantasia.· Criar momentos para ler, contar histórias folclóricas ou conhecidas das crianças.· Apresentação de objetos para observação da imagem e nome do mesmo.

CONTEÚDOS:

Uso da linguagem oral para conversar, comunicar-se, relatar suas vivências e expressar desejos, vontades, necessidades e sentimentos, nas diversas situações de interação presentes no cotidiano.· Valer de rótulos, propagandas, etc. para desenvolver a oralidade.· Contar e recontar histórias.· Organizar momentos de leitura livre, nos quais o professor também lê.· Observação e manuseio de materiais impressos, como livros, revistas, histórias em quadrinhos, etc. para estabelecer diferenças de escritas, formas, leitura, estilo, etc.· Estimular o diálogo em sala de aula.· Elaboração de entrevistas.· Trabalhar músicas, poemas, histórias, parlendas, poesias, etc. como motivo para desenvolver oralidade.· Utilização de brincadeiras de “faz-de-conta” para trabalhar socialização.· Incentivar a prática do uso de recado, avisos, pedidos, etc.· Valorizar a fala das crianças, questionando-as como, por que, etc.· Incentivar o desenho livre e dirigido para desenvolvimento da criatividade e análise critica.· Escrever o próprio nome e identificar nomes dos colegas e professor, fixados em sala...· Utilização de letras móveis para elaborar a própria escrita.· Produção de textos individuais e/ou coletivos.· Utilizar textos diversos para desenvolver trabalho interdisciplinar (matemática, ciências, geografia, etc.).· Apresentação de objetos para observação da imagem, nome e registro escrito do mesmo.

AVALIAÇÃO:

Conversa naturalmente, interagindo verbalmente.· Ouve atentamente histórias contadas e lidas pelo professor.· Manifesta interesse em manusear livros, revistas, jornais e outros.· Utiliza gestos e expressões fisionômicas e palavras para comunicar-se com o outro.· Envolve-se em situações que envolva escrita.· Incorporação de novas palavras e expressões.· Realiza comentários sobe o que lê e escuta.· Realiza produções de escrita propostas pelo professor.



NATUREZA E SOCIEDADE






OBJETIVOS:

Explorar o ambiente para que possa se relacionar com pessoas, estabelecer contato com pequenos animais, com plantas e com objetos diversos, manifestando curiosidade e interesse.· Valorizar a importância do ar, da água, do solo e do sol para os seres vivos e a preservação desses recursos, para a vida do planeta.· Desenvolver hábitos de saúde pessoal, social e ambiental, visando ao bem-estar do indivíduo e da coletividade.· Criar atitudes de cooperação e respeito ao outro na realização de atividades que visam à interação nos grupos em que convive e atua.· Desenvolver procedimento para comparar, classificar, pesquisar, interpretar simbologias e ordenar fatos em seqüência lógica como instrumentos para aquisição do conhecimento e reflexão crítica sobre a realidade.· Identificar a importância e valorização do homem como centro de transformação da sociedade.· Identificar as partes e funções do corpo humano, bem como os cuidados necessários à boa saúde.

CONTEÚDOS:

Conhecimento do próprio corpo por meio do uso e da exploração de suas habilidades físicas, motoras e perceptivas.· Estabelecimento de relações entre os diferentes membros da família (avós, pais e filhos).· Participação em atividades que envolvam histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outros grupos.· Observação crítica do mundo físico, social e cultural que os cerca.· Relato de experiências vividas através dos meios de comunicação referentes à história da comunidade e do mundo.· Influência da preservação e modificação do meio ambiente, para a saúde dos seres vivos.· Observação e conservação dos recursos hídricos e a importância do tratamento de água que abastece a cidade.· Observação crítica das conseqüências geradas pela utilização desordenada dos recursos da natureza.· Valorização de atitudes de manutenção e preservação dos espaços coletivos da comunidade e do meio ambiente.· Observação da paisagem local (rios, vegetação, construções, etc.) para descrevê-la ou compará-la com outras conhecidas.· Reconhecimento dos meios de transporte e comunicação em diferentes épocas e por diferentes grupos sociais· Cuidados no uso dos objetos do cotidiano, relacionados a segurança e prevenção de acidentes.· Conhecimento dos cuidados básicos de animais e vegetais por meio da sua criação e cultivo.· Conhecimento de algumas espécies da fauna e da flora brasileira e mundial.· Reconhecimento das partes e funções do corpo humano· Percepção dos cuidados como corpo, a prevenção de acidentes e a saúde de forma geral.

AVALIAÇÃO:

Distinguir objetos, seres, formas cores, odores, movimentar-se no espaço e manipular objetos.· Manifestar desejos e emoções de forma intencional através da interação com o outro.· Obedecer a pequenas ordens, cuidados com animais; higiene do corpo.· Reconhecer partes do corpo e perceber suas funções e características.· Aceitar pequenas regras e entender orientações do prof° indispensáveis à convivência com o outro.· Identificar e caracterizar membros de grupos sociais e familiares.· Incorporar hábitos de higiene e atitudes de prevenção de acidentes.

MATEMÁTICA



OBJETIVOS:

Relacionar semelhanças e diferenças entre os objetos, acontecimentos, fenômenos e situações.· Ordenar diferenças formando seqüências lógicas.· Comparar objetos e ações.· Estabelecer relação de valor e/ou comparações entre os objetos: muito/pouco, mais/menos/igual.· Estabelecer e construir relações de comparações de comprimento, peso, capacidade, tempo e temperatura.· Participar de jogos de composição de figura.· Utilizar a contagem oral e escrita nas pequenas operações e situações que necessitem dela.· Reconhecer e valorizar os números, as operações numéricas, as contagens orais e as noções espaciais como ferramentas necessárias no seu cotidiano.

CONTEÚDOS:

Utilização da contagem oral nas brincadeiras e em situação nas quais as crianças reconheçam sua necessidade.· Identificação de números nos diferentes contextos em que se encontram.· Fazer agrupamento de objetos formando coleções de objetos, pessoas, animais, flores e outros.· Comparação de conjunto: correspondência; equivalência; mais/menos.· Procedimento de cálculo mental.· Participação em situações-problemas para encontrar soluções.· Comparações de tamanhos e objetos.· Utilização de material concreto para desenvolver noções de medida.· Desenvolvimento de noções de medida de comprimento.· Utilização de materiais para desenvolver noções de peso.· Trabalhos com recursos adequados para marcação de tempo.· Manipular objetos diversos identificando as propriedades físicas: cor, forma, textura, odor, sabor, peso.· Encaixar objetos de forma ordenada.· Noções de posição espacial: em cima, embaixo, atrás, na frente, dentro, fora, etc.· Descrição de pequenos percursos e trajetos observando pontos de referência.

AVALIAÇÃO:

Contato com números, noção de quantidade· Capacidade de manipular e explorar objetos e brinquedos descobrindo características principais e possibilidades de empilhar, rolar, encaixar, etc.· Compreensão de referências espaciais e temporais.· Realização de cálculos mentais simples como ferramenta para resolver problemas.· Utilização de contagem nas brincadeiras e em situações nas quais reconheçam sua necessidade.



IDENTIDADE E AUTONOMIA

A construção da identidade e autonomia refere-se ao progressivo conhecimento que as crianças vão adquirindo de si mesmas, a auto-imagem que através deste conhecimento se vai configurando e à capacidade para utilizar recursos pessoais de que disponha a cada momento.
Na Educação Infantil, fomentar a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças pequenas significa ajudá-Ias a progredir na definição da própria identidade, no conhecimento e na valorização de si mesmas.
Procuramos, então, criar um ambiente conhecido e seguro para elas, no qual todas as pessoas são chamadas pelos nomes e pouco a pouco se tornam referências.
Consideramos que as situações educativas que a criança vive na escola e a maneira como as educadoras tratam essas atuações serão muito importantes na formação dos conceitos de si mesmas.
Na escola, quando as crianças aprendem, por exemplo, a ordenar um joguinho, a brincar com carrinhos, estão também aprendendo muitas coisas sobre elas mesmas, que Ihes permitem formar uma opinião sobre si.
Portanto, a construção de uma auto-imagem positiva requer que, na escola, as crianças tenham experiências em situações que Ihes permitam ganhar confiança em suas capacidades e que sejam vistas como crianças com possibilidades. Isso dá segurança, que é um elemento básico para atrever-se a explorar novas situações, novas experiências. É importante observar que não se trata de renunciar à exigência e ao controle, e sim, de endereçá-Ia a um contexto comunicativo, afetuoso e respeitoso.
“Trata-se de combinar as metas com o alento para superá-Ias, a correção com o encorajamento, o reconhecimento dos limites com as possibilidades.”


Os trabalhos foram deuma riqueza enorme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário